Módulos PVC para realização de vazios sanitários

Iglu’® é o produto líder de mercado, criado e patenteado com o objectivo de realizar desvãos sanitários, câmaras de ar ventiladas, caixas de ar, pisos e tectos ventilados na construção e reconstrução de edifícios civis e industriais. Fruto de uma genial intuição datada de 1993, melhorou profundamente o modo de construir.

A capacidade inovadora de Iglu’® foi tal que recolheu numerosos sucessos e reconhecimentos, tanto nacionais como internacionais, afirmando-se rapidamente como um produto de excelência no mundo da construção.

As cofragens modulares de plástico Iglu’®, colocadas em sequência de acordo com uma direcção predefinida, permitem a rápida formação de uma plataforma de passagem autoportante, sobre a qual é realizada a descarga de betão para construir, de modo extremamente simples e económico, um piso ventilado apoiado em pilares com uma área vazia por baixo que pode ser utilizada para a passagem das instalações, mas sobretudo ventilada para impedir a humidade ascendente e os gases radioactivos.

A caixa de ar ventilada realizada com Iglu’® representa uma solução eficaz, rápida e económica que permite a dispersão na atmosfera do perigoso gás radão e da Humidade, o que é uma vantagem para a nossa saúde.

A câmara de ar formada por Iglu’® deve ser ligada à área externa através de simples tubos. Deste modo, cria-se um fluxo de ar natural que atravessa a câmara e elimina a humidade e o gás radão (se houver).

A caixa de ar ventilada realizada com Iglu’® representa uma solução eficaz, rápida e económica que permite a dispersão na atmosfera do perigoso gás radão e da Humidade, o que é uma vantagem para a nossa saúde.

A câmara de ar formada por Iglu’® deve ser ligada à área externa através de simples tubos. Deste modo, cria-se um fluxo de ar natural que atravessa a câmara e elimina a humidade e o gás radão (se houver).

 

  • Possibilidade de realizar, com uma única solução, as vigas de fundação e a laje com o auxílio do acessório L-Plast.
  • Redução dos tempos de mão-de-obra em até 80% com relação aos sistemas tradicionais.
  • Drástica redução do consumo de concreto e dos materiais inertes, pois a forma em arco permite a máxima resistência com a mínima espessura.
  • Adaptação a estruturas fora de esquadria com o corte dos elementos, sem a necessidade de colocar suportes.
  • Facilidade de colocação pela leveza e simplicidade de encaixe dos elementos.
  • Simples adaptação a diferentes perímetros.
  • Corte e formação dos elementos com rapidez e agilidade.
  • Passagem das instalações sob o pavimento em todas as direcções.
  • Criação de uma barreira contra o vapor.
  • Vedação total contra a humidade ascendente.
  • Eficaz ventilação em todas as direcções.
  • Eliminação do gás radão eventualmente presente.
  • Nenhum ponto de contato entre o concreto e o solo.

qualquer coisa

Subscrever newsletter

Subscreva a nossa newsletter e receba as nossas novidades no seu email.

Maioridade

Aviso de Privacidade

Obrigado por subscrever a nossa newsletter!

Share This